Ir direto ao conteúdo
Ministério da Cultura e Instituto Cultural Vale apresentam

Programação

Não há atividades disponíveis neste período

Eventos anteriores

Oficina

sábado

09/09

10h às 12h e 14h às 16h

Oficina Patuás, Guias, Rosários e Terços

Pre­sen­tes em todas as cul­tu­ras os amu­le­tos sagra­dos são fon­te de conhe­ci­men­to sobre diver­sos povos que con­tri­buí­ram com a for­ma­ção cul­tu­ral e soci­al do Bra­sil. A ofi­ci­na visa pro­du­zir amu­le­tos enquan­to se dis­cu­te sobre seus usos e efei­tos mági­cos, iden­ti­tá­ri­os e soci­ais. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Visita mediada

sábado e domingo

09/09, 10/09

10h30

Quem não pode com mandinga não carrega o patuá

Pre­sen­tes em todas as cul­tu­ras estão amu­le­tos, relí­qui­as e obje­tos sagra­dos, em espe­ci­al os que car­re­ga­mos jun­to ao cor­po. Nes­sa visi­ta os par­ti­ci­pan­tes são con­vi­da­dos con­ver­sar sobre os obje­tos popu­la­res dos sagra­dos bra­si­lei­ros, tais como, os búzi­os, o balan­gan­dã, a figa, o mui­ra­qui­tã, o patuá, o esca­pu­lá­rio, o ora­tó­rio bala, a fita do Senhor do Bon­fim e apro­fun­dar-se sobre as ques­tões da dimen­são por­tá­til e cor­po­ral nas prá­ti­cas da fé. Tais obje­tos são cha­ves para o conhe­ci­men­to sobre a cul­tu­ra e a his­tó­ria de dis­tin­tos povos e etni­as que con­tri­buí­ram com a for­ma­ção da iden­ti­da­de brasileira. 

Visita mediada

sábado e domingo

02/09, 03/09

10h30

Projeções em azul

A par­tir da cor azul pre­sen­te nas pare­des da expo­si­ção “Entre o céu e a ter­ra”, os par­ti­ci­pan­tes são con­vi­da­dos a con­ver­sar sobre o céu e com as obras tecer comen­tá­ri­os sobre o fir­ma­men­to as mito­lo­gi­as fabu­la­das a par­tir das estre­las e a obser­va­ção de ovnis, fogue­tes e dragões.

Oficina

sábado

02/09

10h às 12h e 14h às 16h

Experimentando a colagem

Nes­ta ofi­ci­na cri­a­ti­va para as famí­li­as os par­ti­ci­pan­tes são con­vi­da­dos a expe­ri­men­tar e pro­du­zir cola­gem a par­tir do leque de cores e ima­gens pre­sen­tes na expo­si­ção “Entre o céu e a ter­ra”. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Oficina

quinta

31/08

14h

Oficina de Mantos com CAPS Ouro Preto

No últi­mo ciclo do pro­je­to em Ouro Pre­to o edu­ca­ti­vo do pro­je­to jun­ta­men­te com a coor­de­na­ção do CAPS Ouro Pre­to rea­li­zam um pro­gra­ma de inclu­são pro­mo­ven­do com os usuá­ri­os do CAPS visi­tas regu­la­res à expo­si­ção, duran­te a visi­ta os par­ti­ci­pan­tes serão con­vi­da­dos a pro­du­zir man­tos, fran­jas, más­ca­ras, coro­as e cola­res cole­ti­vos ins­pi­ra­dos nas obras expos­tas em “Entre o céu e a ter­ra”, na musi­ca­li­da­de e seres mági­cos, mís­ti­cos, espi­ri­tu­ais, reli­gi­o­sos e pes­so­as “comuns” pre­sen­tes na exposição.

Visita mediada

sábado e domingo

26/07, 28/07

10h30

Sagrado e suas Roupagens

Na visi­ta, os edu­ca­do­res bus­cam com o públi­co pen­sar nas rou­pas como recur­so, indis­so­ciá­vel do huma­no, pri­vi­le­gi­a­do no tra­ba­lho de cons­tru­ção de iden­ti­da­des e alteridades.

Oficina

sábado

26/08

10h às 12h e 14h às 16h

Abayomi

Nes­ta ofi­ci­na cri­a­ti­va para as famí­li­as os par­ti­ci­pan­tes são con­vi­da­dos a pro­du­zir com o edu­ca­ti­vo bone­cas Abayo­mi (que em Yoru­bá sig­ni­fi­ca “encon­tro pre­ci­o­so”) fei­tas com reta­lho de teci­dos enquan­to con­ver­sam sobre can­tos e con­tos da cul­tu­ra afro dias­pó­ri­ca. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Oficina

quinta

24/08

14h

Oficina de Mantos com CAPS Ouro Preto

No últi­mo ciclo do pro­je­to em Ouro Pre­to o edu­ca­ti­vo do pro­je­to jun­ta­men­te com a coor­de­na­ção do CAPS Ouro Pre­to rea­li­zam um pro­gra­ma de inclu­são pro­mo­ven­do com os usuá­ri­os do CAPS visi­tas regu­la­res à expo­si­ção, duran­te a visi­ta os par­ti­ci­pan­tes serão con­vi­da­dos a pro­du­zir man­tos, fran­jas, más­ca­ras, coro­as e cola­res cole­ti­vos ins­pi­ra­dos nas obras expos­tas em “Entre o céu e a ter­ra”, na musi­ca­li­da­de e seres mági­cos, mís­ti­cos, espi­ri­tu­ais, reli­gi­o­sos e pes­so­as “comuns” pre­sen­tes na exposição.

Visita mediada

sábado e domingo

19/08, 20/08

10h30

Osias e o imaginário popular brasileiro

Na visi­ta, os edu­ca­do­res con­vi­dam a per­cor­rer a expo­si­ção aten­tos à pro­du­ção do artis­ta Ozi­as e como ele se dedi­ca a repre­sen­ta­ção das dife­ren­tes per­so­na­gens da cul­tu­ra e do ima­gi­ná­rio popu­lar brasileiro.

Oficina

sábado

19/08

10h às 12h e 14h às 16h

Oferenda às flores astrais

A par­tir de aná­li­se inter­pre­ta­ti­va da músi­ca “Flo­res Astrais” da Ban­da Secos e Molha­dos os par­ti­ci­pan­tes são con­vi­da­dos a pro­du­zir tra­ba­lhos em impres­são com téc­ni­cas e mate­ri­ais diver­sos. As pro­du­ções fica­ram expos­tas no nos­so espa­ço edu­ca­ti­vo, ofer­ta­das aos olhos e sen­ti­dos dos visi­tan­tes seguin­tes. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Oficina

quinta

17/08

14h

Oficina de Mantos com CAPS Ouro Preto

No últi­mo ciclo do pro­je­to em Ouro Pre­to o edu­ca­ti­vo do pro­je­to jun­ta­men­te com a coor­de­na­ção do CAPS Ouro Pre­to rea­li­zam um pro­gra­ma de inclu­são pro­mo­ven­do com os usuá­ri­os do CAPS visi­tas regu­la­res à expo­si­ção, duran­te a visi­ta os par­ti­ci­pan­tes serão con­vi­da­dos a pro­du­zir man­tos, fran­jas, más­ca­ras, coro­as e cola­res cole­ti­vos ins­pi­ra­dos nas obras expos­tas em “Entre o céu e a ter­ra”, na musi­ca­li­da­de e seres mági­cos, mís­ti­cos, espi­ri­tu­ais, reli­gi­o­sos e pes­so­as “comuns” pre­sen­tes na exposição.

Oficina

sábado

12/08

10h às 12h e 14h às 16h

Redesenho

Nes­ta ofi­ci­na cri­a­ti­va para as famí­li­as, os par­ti­ci­pan­tes são con­vi­da­dos a ima­gi­nar e dese­nhar com o edu­ca­ti­vo ins­pi­ra­dos pelas obras pre­sen­tes na expo­si­ção. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Visita mediada

sábado e domingo

12/08, 13/08

10h30

Projeções em azul

A par­tir da cor azul pre­sen­te nas pare­des da expo­si­ção “Entre o céu e a ter­ra”, os par­ti­ci­pan­tes são con­vi­da­dos a con­ver­sar sobre o céu e com as obras tecer comen­tá­ri­os sobre o fir­ma­men­to as mito­lo­gi­as fabu­la­das a par­tir das estre­las e a obser­va­ção de ovnis, fogue­tes e dragões.

Oficina

quinta

10/08

14h

Oficina de Mantos com CAPS Ouro Preto

No últi­mo ciclo do pro­je­to em Ouro Pre­to o edu­ca­ti­vo do pro­je­to jun­ta­men­te com a coor­de­na­ção do CAPS Ouro Pre­to rea­li­zam um pro­gra­ma de inclu­são pro­mo­ven­do com os usuá­ri­os do CAPS visi­tas regu­la­res à expo­si­ção, duran­te a visi­ta os par­ti­ci­pan­tes serão con­vi­da­dos a pro­du­zir man­tos, fran­jas, más­ca­ras, coro­as e cola­res cole­ti­vos ins­pi­ra­dos nas obras expos­tas em “Entre o céu e a ter­ra”, na musi­ca­li­da­de e seres mági­cos, mís­ti­cos, espi­ri­tu­ais, reli­gi­o­sos e pes­so­as “comuns” pre­sen­tes na exposição.

Oficina

sábado

05/08

10h às 12h e 14h às 16h

Experimentando a colagem

Nes­ta ofi­ci­na cri­a­ti­va para as famí­li­as os par­ti­ci­pan­tes são con­vi­da­dos a expe­ri­men­tar e pro­du­zir cola­gem a par­tir do leque de cores e ima­gens pre­sen­tes na expo­si­ção “Entre o céu e a ter­ra”. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Visita mediada

sábado e domingo

05/08, 06/08

10h30

Quem não pode com mandinga não carrega o patuá

Pre­sen­tes em todas as cul­tu­ras estão amu­le­tos, relí­qui­as e obje­tos sagra­dos, em espe­ci­al os que car­re­ga­mos jun­to ao cor­po. Nes­sa visi­ta os par­ti­ci­pan­tes são con­vi­da­dos con­ver­sar sobre os obje­tos popu­la­res dos sagra­dos bra­si­lei­ros, tais como, os búzi­os, o balan­gan­dã, a figa, o mui­ra­qui­tã, o patuá, o esca­pu­lá­rio, o ora­tó­rio bala, a fita do Senhor do Bon­fim e apro­fun­dar-se sobre as ques­tões da dimen­são por­tá­til e cor­po­ral nas prá­ti­cas da fé. Tais obje­tos são cha­ves para o conhe­ci­men­to sobre a cul­tu­ra e a his­tó­ria de dis­tin­tos povos e etni­as que con­tri­buí­ram com a for­ma­ção da iden­ti­da­de brasileira. 

Oficina

quinta

03/08

14h

Oficina de Mantos com CAPS Ouro Preto

No últi­mo ciclo do pro­je­to em Ouro Pre­to o edu­ca­ti­vo do pro­je­to jun­ta­men­te com a coor­de­na­ção do CAPS Ouro Pre­to rea­li­zam um pro­gra­ma de inclu­são pro­mo­ven­do com os usuá­ri­os do CAPS visi­tas regu­la­res à expo­si­ção, duran­te a visi­ta os par­ti­ci­pan­tes serão con­vi­da­dos a pro­du­zir man­tos, fran­jas, más­ca­ras, coro­as e cola­res cole­ti­vos ins­pi­ra­dos nas obras expos­tas em “Entre o céu e a ter­ra”, na musi­ca­li­da­de e seres mági­cos, mís­ti­cos, espi­ri­tu­ais, reli­gi­o­sos e pes­so­as “comuns” pre­sen­tes na exposição.

Oficina

sábado

29/07

10h às 12h e 14h às 16h

Cartões de afeto

Nes­ta ofi­ci­na cri­a­ti­va para as famí­li­as, os par­ti­ci­pan­tes são con­vi­da­dos a pro­du­zir car­tões com men­sa­gens sobre sabe­res, faze­res e tra­di­ções a par­tir das obras da expo­si­ção. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Visita mediada

sábado e domingo

29/07, 30/07

10h30

Mitos e lendas da cultura popular brasileira

Na visi­ta, os edu­ca­do­res con­vi­dam o públi­co a con­ver­sar sobre mitos e len­das da cul­tu­ra popu­lar bra­si­lei­ra a par­tir da obra “Home­na­gem ao folclore”.

Oficina

quinta e sexta

27/07, 28/07

14h às 16h

Férias Arte nas Estações (semana 2)

O edu­ca­ti­vo rece­be cri­an­ças com ida­de entre 6 a 11 anos para pro­mo­ver expe­ri­ên­ci­as do brin­car no Paço da Mise­ri­cór­dia. Nes­ses dias serão ofer­ta­das prá­ti­cas de jogos tra­di­ci­o­nais, tais como: buga­lha, pula cor­da, ama­re­li­nha, além de mode­la­gem de balão e con­fec­ção de pipas. Para par­ti­ci­par é neces­sá­rio pre­sen­ça do res­pon­sá­vel, ves­tir rou­pas leves e tra­zer seu pró­prio lan­che. Núme­ro de vagas 10 por dia com dis­tri­bui­ção de senhas a par­tir das 13h30 (sujei­to a lotação).

Oficina

quinta

27/07

14h

Oficina de Mantos com CAPS Ouro Preto

No últi­mo ciclo do pro­je­to em Ouro Pre­to o edu­ca­ti­vo do pro­je­to jun­ta­men­te com a coor­de­na­ção do CAPS Ouro Pre­to rea­li­zam um pro­gra­ma de inclu­são pro­mo­ven­do com os usuá­ri­os do CAPS visi­tas regu­la­res à expo­si­ção, duran­te a visi­ta os par­ti­ci­pan­tes serão con­vi­da­dos a pro­du­zir man­tos, fran­jas, más­ca­ras, coro­as e cola­res cole­ti­vos ins­pi­ra­dos nas obras expos­tas em “Entre o céu e a ter­ra”, na musi­ca­li­da­de e seres mági­cos, mís­ti­cos, espi­ri­tu­ais, reli­gi­o­sos e pes­so­as “comuns” pre­sen­tes na exposição.

Oficina

sábado

22/07

10h às 12h e 14h às 16h

Pintura livre

Nes­ta ofi­ci­na cri­a­ti­va para as famí­li­as, os par­ti­ci­pan­tes são con­vi­da­dos a pro­du­zir pin­tu­ras e dese­nhos ins­pi­ra­dos nas obras da exposição.

Visita mediada

sábado e domingo

22/07, 23/07

10h30

O sagrado na arte brasileira

Nes­sa visi­ta os edu­ca­do­res con­vi­dam a per­cor­rer a expo­si­ção “Entre o Céu e a Ter­ra” con­ver­san­do sobre as dife­ren­tes dimen­sões do sagra­do pre­sen­tes na cul­tu­ra brasileira. 

Oficina

quinta

20/07

14h

Oficina de Mantos com CAPS Ouro Preto

No últi­mo ciclo do pro­je­to em Ouro Pre­to o edu­ca­ti­vo do pro­je­to jun­ta­men­te com a coor­de­na­ção do CAPS Ouro Pre­to rea­li­zam um pro­gra­ma de inclu­são pro­mo­ven­do com os usuá­ri­os do CAPS visi­tas regu­la­res à expo­si­ção, duran­te a visi­ta os par­ti­ci­pan­tes serão con­vi­da­dos a pro­du­zir man­tos, fran­jas, más­ca­ras, coro­as e cola­res cole­ti­vos ins­pi­ra­dos nas obras expos­tas em “Entre o céu e a ter­ra”, na musi­ca­li­da­de e seres mági­cos, mís­ti­cos, espi­ri­tu­ais, reli­gi­o­sos e pes­so­as “comuns” pre­sen­tes na exposição.

Oficina

quinta e sexta

20/07, 21/07

14h às 16h

Férias Arte nas Estações (semana 1)

O edu­ca­ti­vo rece­be cri­an­ças com ida­de entre 6 a 11 anos para pro­mo­ver expe­ri­ên­ci­as do brin­car no Paço da Mise­ri­cór­dia. Nes­ses dias serão ofer­ta­das prá­ti­cas de jogos tra­di­ci­o­nais, tais como: buga­lha, pula cor­da, ama­re­li­nha, além de mode­la­gem de balão e con­fec­ção de pipas. Para par­ti­ci­par é neces­sá­rio pre­sen­ça do res­pon­sá­vel, ves­tir rou­pas leves e tra­zer seu pró­prio lan­che. Núme­ro de vagas 10 por dia com dis­tri­bui­ção de senhas a par­tir das 13h30 (sujei­to a lotação).

Oficina

sábado

15/07

10h às 12h e 14h às 16h

Redesenho

Nes­ta ofi­ci­na cri­a­ti­va para as famí­li­as, os par­ti­ci­pan­tes são con­vi­da­dos a ima­gi­nar e dese­nhar com o edu­ca­ti­vo ins­pi­ra­dos pelas obras pre­sen­tes na expo­si­ção. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Visita mediada

sábado e domingo

15/07, 16/07

10h30

Cartografia dos Afetos

O Edu­ca­ti­vo con­vi­da o públi­co para per­cor­rer a expo­si­ção e cons­truir a par­tir das obras nar­ra­ti­vas car­to­grá­fi­cas rela­ci­o­na­dos suas memó­ri­as afe­ti­vas. Cri­an­do de for­ma ima­gé­ti­ca um mapa de suas vivên­ci­as e rela­ções com as obras da expo­si­ção Entre o Céu e a Terra.

Programação cultural

domingo

18/06

13h às 16h

Cocada oficina de ritmos básicos

Nos­sa coca­da do orgu­lho come­ça às 13h com uma ofi­ci­na de rit­mo bási­co e fina­li­zan­do às 16h com uma roda aber­ta baba­dei­ra na Pra­ça Tira­den­tes. “O côco é uma mani­fes­ta­ção cul­tu­ral ori­gi­ná­ria do Nor­des­te do Bra­sil. É can­to-dan­ça típi­co das regiões do Agres­te e Ser­tão e nas anti­gas áre­as de cana-de-açú­car. O rit­mo sur­ge dos can­tos de tra­ba­lho da que­bra dos cocos para a reti­ra­da da amên­doa e tam­bém das fes­tas de cons­tru­ção das casas de tai­pa das comu­ni­da­des. Com sua dan­ça e tra­di­ção musi­cal can­ta­da, tor­nou-se um modo de trans­mis­são e manu­ten­ção do conhe­ci­men­to e da tra­di­ção popular”.

A ofi­ci­na é aber­ta para todas as fai­xas etá­ri­as. O intui­to é para além do con­ta­to com o rit­mo e dan­ça, ter uma tar­de de con­vi­vên­cia para brin­car em comunidade. 

Para a oficina:
Vá com rou­pa con­for­tá­vel e se tiver ins­tru­men­tos pode levar para com­par­ti­lhar também;

Oficina

sábado

17/06

10h às 12h e 14h às 16h

Doce lar

Nes­ta ofi­ci­na cri­a­ti­va para a famí­lia, a pro­pos­ta alme­ja recons­truir a par­tir de diver­sos mate­ri­ais, maque­tes das mora­di­as repre­sen­ta­das nas obras. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Visita mediada

sábado e domingo

17/06, 18/06

10h30

Heróis

Nes­ta visi­ta os edu­ca­do­res con­vi­dam o públi­co a per­cor­rer a expo­si­ção aten­ta às obras que impul­si­o­nam o deba­te sobre a cons­tru­ção das figu­ras de heróis na his­tó­ria do nos­so país.

Oficina

sábado

10/06

10h às 12h e 14h às 16h

Estética da festa, estética da guerra

Esta ofi­ci­na cri­a­ti­va para a famí­lia pro­põe o desen­vol­vi­men­to de aces­só­ri­os a fim de colo­car em evi­dên­cia os orna­men­tos repre­sen­ta­dos nas obras de “A Fer­ro e Fogo”. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Visita mediada

sábado e domingo

10/06, 11/06

10h30

Cara e coragem

A expo­si­ção “A Fer­ro e Fogo” con­vi­da a uma visi­ta de aná­li­se das repre­sen­ta­ções de bele­za e de bra­vu­ra nas obras expos­tas a par­tir da indumentária.

Oficina

sábado

03/06

10h às 12h e 14h às 16h

Histórias recortadas

A pro­pos­ta des­ta ofi­ci­na cri­a­ti­va para as famí­li­as é recons­truir, a par­tir de recor­tes e cola­gens de mate­ri­ais diver­si­fi­ca­dos, as ima­gens pro­pos­tas pelos pin­to­res da expo­si­ção para que os par­ti­ci­pan­tes pos­sam tam­bém cri­ar suas pró­pri­as ima­gens e dia­lo­gan­do com aqui­lo que pude­ram obser­var. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Visita mediada

sábado e domingo

03/06, 04/06

10h30

Cabra Marcado pra Morrer

De Chi­co Men­des a Bru­no Perei­ra, nas últi­mas déca­das milha­res de ati­vis­tas ambi­en­tais e indí­ge­nas foram viti­ma­dos por uma dis­pu­ta que ocor­re no seio da Amazô­nia bra­si­lei­ra, esta medi­a­ção é um con­vi­te para dia­lo­gar sobre as ques­tões ambi­en­tais e as dis­pu­tas de ter­ri­tó­rio repre­sen­ta­das nas obras.

Oficina

sábado

27/05

14h às 16h30

Redesenho

Nes­ta ofi­ci­na cri­a­ti­va para as famí­li­as, os par­ti­ci­pan­tes são con­vi­da­dos a redes­co­brir manei­ras de dese­nhar que esti­mu­lam a cri­a­ti­vi­da­de e a des­co­ber­ta da sub­je­ti­vi­da­de da expres­são artís­ti­ca de cada um. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Visita mediada

sábado e domingo

27/05, 28/05

10h30

Histórias dos Brasis

A par­tir de uma lei­tu­ra da pare­de que abre a expo­si­ção “A Fer­ro e Fogo”, esta medi­a­ção pro­põe esta­be­le­cer dis­cus­sões sobre as múl­ti­plas nar­ra­ti­vas que nos cons­tro­em enquan­to nação (ou nações) brasileira(s).

Oficina

sábado

20/05

10h às 12h e 14h às 16h

Doce lar

Nes­ta ofi­ci­na cri­a­ti­va para a famí­lia, a pro­pos­ta alme­ja recons­truir a par­tir de diver­sos mate­ri­ais, maque­tes das mora­di­as repre­sen­ta­das nas obras. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Visita mediada

sábado e domingo

20/05, 21/05

10h30

Museus e bem-estar

A 21a. Sema­na Naci­o­nal de Museu cele­bra o tema “Museus, sus­ten­ta­bi­li­da­de e bem-estar”. Para cele­brar a data, os edu­ca­do­res con­vi­dam o públi­co a per­cor­rer a expo­si­ção aten­ta à manei­ra como os artis­tas denun­ci­am em suas obras as quei­ma­das e des­trui­ção do meio ambiente.

Oficina

sábado

13/05

10h às 12h e 14h às 16h

Estética da festa, estética da guerra

Esta ofi­ci­na cri­a­ti­va para a famí­lia pro­põe o desen­vol­vi­men­to de aces­só­ri­os a fim de colo­car em evi­dên­cia os orna­men­tos repre­sen­ta­dos nas obras de “A Fer­ro e Fogo”. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Visita mediada

sábado e domingo

13/05, 14/05

10h30

Admirável gado novo

“Ê, ô, ô, vida de gado / Povo mar­ca­do, ê! Povo feliz!” A músi­ca de Zé Rama­lho é o pon­to de par­ti­da para con­ver­sas sobre as rela­ções de tra­ba­lho e da ter­ra das obras pre­sen­tes na expo­si­ção “A Fer­ro e Fogo”.

Visita mediada

sábado e domingo

06/05, 07/05

10h30

“A Ferro e Fogo” canta Zumbi

Nes­sa visi­ta os edu­ca­do­res con­vi­dam a per­cor­rer a expo­si­ção “A Fer­ro e Fogo” a par­tir da dis­cus­são sobre a ideia de liber­da­de e resis­tên­cia negra a par­tir de obras de Ozi­as, Hele­na Coe­lho, Mabel, Dal­van e Lia Mittarakis.

Oficina

sábado

06/05

10h às 12h e 14h às 16h

Histórias recortadas

A pro­pos­ta des­ta ofi­ci­na cri­a­ti­va para as famí­li­as é recons­truir, a par­tir de recor­tes e cola­gens de mate­ri­ais diver­si­fi­ca­dos, as ima­gens pro­pos­tas pelos pin­to­res da expo­si­ção para que os par­ti­ci­pan­tes pos­sam tam­bém cri­ar suas pró­pri­as ima­gens e dia­lo­gan­do com aqui­lo que pude­ram obser­var. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Oficina

sábado

29/04

10h às 12h e 14h às 16h

Redesenho

Nes­ta ofi­ci­na cri­a­ti­va para as famí­li­as, os par­ti­ci­pan­tes são con­vi­da­dos a redes­co­brir manei­ras de dese­nhar que esti­mu­lam a cri­a­ti­vi­da­de e a des­co­ber­ta da sub­je­ti­vi­da­de da expres­são artís­ti­ca de cada um. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Visita mediada

sábado e domingo

29/04, 30/04

10h30

Histórias para sustentar o céu

O Edu­ca­ti­vo con­vi­da o públi­co para per­cor­rer a expo­si­ção “A Fer­ro e Fogo” e ana­li­sar a repre­sen­ta­ção dos povos ame­rín­di­os colo­can­do em deba­te outras nar­ra­ti­vas pos­sí­veis de mun­do, que não as per­ten­cen­tes à cul­tu­ra hegemônica.

Oficina

Sábado

8/4

10h às 12h e 14h às 16h

Experimentando a colagem

Nes­ta ofi­ci­na cri­a­ti­va para as famí­li­as os par­ti­ci­pan­tes são con­vi­da­dos a expe­ri­men­tar e pro­du­zir cola­gem a par­tir do leque de cores e ima­gens pre­sen­tes na expo­si­ção Sofrên­cia. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Oficina

Sábado

1/4

10h às 12h e 14h às 16h

Pintura livre

Nes­ta ofi­ci­na cri­a­ti­va para as famí­li­as, os par­ti­ci­pan­tes são con­vi­da­dos a pro­du­zir pin­tu­ras e dese­nhos ins­pi­ra­dos nas obras da expo­si­ção. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Oficina, Visita mediada

Sábado e Domingo

25/3, 26/3

10h

Fios dos sonhos

A edu­ca­do­ra Mari­a­ne Rodar­te e a psi­có­lo­ga Laís Ama­ral rea­li­zam visi­ta medi­a­da e ofi­ci­na com mulhe­res do CRAS Anto­nio Perei­ra. A ofi­ci­na “Fios de sonhos” pro­põe um agru­pa­men­to de mulhe­res que, enquan­to tra­mam gran­des fil­tros dos sonhos (amu­le­tos de sabe­do­ria, puri­fi­ca­ção e pro­te­ção), ree­la­bo­ram suas pró­pri­as vivên­ci­as, em um jogo de diá­lo­go e escu­ta, abrin­do em si espa­ço para os bons sonhos e fil­tran­do as maze­las da vida. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Oficina, Visita mediada

Sábado e Domingo

25/3, 26/3

10h30

Cartografia dos afetos

Os edu­ca­do­res con­vi­dam o públi­co infan­to-juve­nil a per­cor­rer a mos­tra pro­pon­do diá­lo­gos entre as pro­pos­tas de afe­ti­vi­da­des cole­ti­vas das obras. Depois acon­te­ce a ofi­ci­na “Car­to­gra­fia dos afe­tos: o mapa do que ama­mos jun­tos” que con­sis­te em mape­ar os ter­ri­tó­ri­os plu­rais que abran­gem as afe­ti­vi­da­des do gru­po, a par­tir da pro­du­ção de peque­nos dese­nhos indi­vi­du­ais que jun­tos irão com­por uma paisagem-painel.

Oficina

Sábado

25/3

10h às 12h e 14h às 16h

Redesenho

Nes­ta ofi­ci­na os par­ti­ci­pan­tes são con­vi­da­dos a ima­gi­nar com o edu­ca­ti­vo ilus­tra­ções ten­do como refe­rên­cia as músi­cas popu­la­res pre­sen­tes na expo­si­ção. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Oficina

Sábado

18/3

10h às 12h e 14h às 16h

Caça ao tesouro

Nes­ta ofi­ci­na os par­ti­ci­pan­tes irão com o edu­ca­ti­vo bus­car nas obras per­so­na­gens da cul­tu­ra e do ima­gi­ná­rio popu­lar bra­si­lei­ro. Clas­si­fi­ca­ção indi­ca­ti­va livre.

Oficina, Visita mediada

Sábado e Domingo

18/3, 19/3

10h30

Anatomia dos Afetos: Indumentária em “Sofrência”

Nes­ta visi­ta, os edu­ca­do­res con­vi­dam o públi­co infan­til a pen­sar for­mas de afe­to e desa­fe­to pre­sen­tes nas obras. Depois é a vez da ofi­ci­na “Ana­to­mia dos afe­tos: o mapa do que eu amo em mim” que con­sis­te em con­tor­nar o cor­po em papel kraft e dese­nhar den­tro do espa­ço aqui­lo que atra­ves­sa os sen­ti­men­tos dos participantes.

Visita mediada

Sábado e Domingo

11/3, 12/3

10h30

Amor, feminino e cuidado

Na visi­ta, os edu­ca­do­res con­vi­dam o públi­co a pen­sar sobre: o amor, o femi­ni­no e o cui­da­do, a par­tir do diá­lo­go do vídeo “Sole­dad” de Juli­a­na Nota­ri, com a obra “A Dona de Casa”, de Arnal­do de Mora­es, e o poe­ma “Com licen­ça poé­ti­ca”, de Adé­lia Prado.

Visita mediada

sexta

10/03/2023

14h às 16h

Visita mediada da EE Polivalente

Alu­nos da Esco­la Esta­du­al de Ouro Pre­to (Poli­va­len­te) fazem uma visi­ta à mos­tra “Sofrên­cia”, no Paço da Mise­ri­cór­dia, em Ouro Preto.

Visita mediada

sexta

10/3

14h às 16h

Visita mediada de turma do colégio Padre Carmélio

Tur­ma do 2°ano do ensi­no fun­da­men­tal da esco­la Padre Car­mé­lio faz uma visi­ta à mos­tra “Sofrên­cia”, no Paço da Mise­ri­cór­dia, em Ouro Preto.

Visita mediada

sexta

10/3

10h às 12h

Visita mediada de turma do colégio Padre Carmélio

Tur­ma do 1°ano do ensi­no fun­da­men­tal da esco­la Padre Car­mé­lio faz uma visi­ta à mos­tra “Sofrên­cia”, no Paço da Mise­ri­cór­dia, em Ouro Preto.

Visita mediada

quinta

2/3

10h às 12h

Visita mediada de turma do colégio Dom Pedro

Visi­ta medi­a­da do 2° ano do ensi­no médio do colé­gio Dom Pedro.

Oficina

sexta

3/2

10h às 12h

Formação de professores

Ofi­ci­na de for­ma­ção dos medi­a­do­res da expo­si­ção “Sofrên­cia”, em Ouro Preto.